29 novembro 2015

Sobre eu não ser uma pessoa que abraça

Aí você chega aqui no blog, lê esse título e já pensa: Essa garota é meio antipática. E digo logo que devo ser mesmo, né! Pelo menos é o que muita gente pensa quando espera um abraço que não chega e só recebe um tchauzinho de longe.

Capitão Jack Sparrow me entende.

Não é por maldade, não. Eu juro!
Só que é difícil ir lá enrolar o corpo no de alguém que eu mal conheço. Nem me deu bom dia direito, nem sabe que eu tenho mania de roer as unhas, às vezes ainda nem decorou meu nome e já quer um abraço?! Não da.
Para abraçar tem que rolar um carinho. Uma intimidade. Amizade. Pelo menos um afeto.

Só sei de uma coisa: As pessoas que não abraçam (como euzinha) estão fadadas a serem vistas como antipáticas. Na verdade somos seres carentes que não sabem lidar com germes e situações sociais.
Vida que segue!

02 novembro 2015

Diário Alimentar + Download freebie

Ultimamente eu tenho sentido vontade de aliar um pouco mais o que aprendi na faculdade com o blog. Mas eu queria fazer algo diferente de receitas ou dicas, queria algo útil para vocês e que pudesse somar com uma rotina legal. Pensando nisso, eu fiz para mim e para vocês um diário alimentar semanal que pode ser imprimido colorido ou em preto e branco.



O que é um diário alimentar?
É um espaço onde registramos toda a nossa alimentação do dia. 
Nele podemos colocar os horários, as quantidades e tudo o que acharmos importante. O essencial é ter tudo o que consumimos, mesmo que sem as quantidades, porque assim podemos ter uma visão maior da nossa alimentação.

Sabe quando você faz planos e planos de ir para academia, comer melhor e emagrecer e passa alguns meses e você não vê muito resultado, mas não sabe o que aconteceu? Então, a alimentação é a nossa maior aliada na perda de peso e na melhora da saúde, quando não sabemos o que estamos de fato consumindo, ficamos sem entender porque nosso corpo não muda como queremos. Às vezes, aquele bombom no meio da tarde, aquele sorvete no dia de calor ou aquele churrasco no final de semana podem fazer a diferença, mas não percebemos porque não achamos nada demais. A partir do momento que começamos a anotar tudo o que ingerimos durante o dia, podemos perceber melhor o que estamos fazendo de acordo com o planejado e o que saiu do controle sem a gente ver. 
É rápido, é fácil e mesmo tomando alguns minutinhos do dia, vale a pena tentar manter o diário, pelo menos no início da reeducação alimentar que ainda não estamos acostumados a fugir das tentações! rs



O que tem no freebie do blog:
- Espaço para as seis refeições do dia + snacks (que são os lanches fora de hora e afins);
- Peso da semana;
- Atividade física realizada nos dias;
- Desenhos de gotas que correspondem a quantos copos de água você bebeu naquele dia;
- Arquivo do word para você personalizar como quiser.

Download:

11 outubro 2015

5 motivos para assistir: The 100

Para quem ainda não conhece a série The 100, resolvi fazer um post falando um pouco porque estou viciada e acho que todo mundo deveria conhecer! rs Comecei a assistir este ano  porque as séries que eu assisto estavam no período de pausa e eu precisava preencher o tempo "livre" com novas séries.

imagem: google

A série mostra a sobrevivência de um grupo de pessoas que vivem em uma estação espacial desde que a terra passou por uma explosão de radiação e se tornou inabitável. O plano era que após 100 anos no espaço, essas pessoas pudessem retornar à terra e então começar a vida novamente. Na arca (como a estação espacial é conhecida) a vida é cheia de regras para que todos possam viver com os poucos recursos disponíveis, ou seja, existe racionamento de comida, de oxigênio e até de filhos por pessoa, tudo para que todos consigam sobreviver até que possam retornar para seu planeta de origem.
Quando descobrem uma falha no sistema de oxigênio que reduz o tempo de funcionamento da estação para três meses, os líderes da arca são obrigados a procurar uma solução. Eles enviam então uma nave com 100 adolescentes infratores para a terra na tentativa de descobrir se após 97 anos a radiação já está estabilizada para que possam adiantar a volta de toda a tripulação da nave. A partir desse momento é que a série começa a se desenvolver e é só alegria!

Depois desse breve resuminho, vamos aos motivos que podem te ajudar na decisão de começar a assistir essa série maravilhosa!

1.  Os episódios são longos
Para alegria geral dos seriemaníacos, os episódios de The 100 duram, em média, cerca de 40 minutos. Então, mesmo tendo poucos episódios por temporada (são 2 temporadas até agora com cerca de 15 episódios), a gente consegue ver muita coisa. E eles usam bem esse tempo dividindo em todos os núcleos - que são os dos adolescentes e o da tripulação da arca, inicialmente.

2. Personagens bem trabalhados
A gente vê ao longo dos episódios a história de muita gente. Eles mostram bem a maioria dos personagens, contam a infância, os problemas, as lembranças boas... Conseguimos ter uma boa ideia de como se tornaram o que são agora e isso para mim é ótimo porque costuma mostrar que ninguém é de todo ruim ou de todo bom.

3. Líderes mulheres
Para mim esse é um dos melhores pontos da série. Com o passar do tempo eles mostram outras civilizações e a maior parte são lideradas por mulheres. A série mostra a força dessas mulheres que estão no comando e o que precisam fazer pelo seu povo. Eu achei sensacional essa pegada de mostrar que a mulher não está nas tarefas básicas apenas, mas que ajudam nas grandes decisões  e que são muito fortes mesmo (não só fisicamente, claro!).

imagem: pinterest


4. Diferentes cenários
Podemos acompanhar "épocas" diferentes. Temos tecnologias diferentes, roupas e costumes para cada civilização que vai aparecendo durante a cena. Ou seja, a riqueza de detalhes é enorme. A gente vê armas arcaicas e armas nucleares ao mesmo tempo, roupas de guerra e roupas mais finas, é demais!

5. Essência humana
Uma das coisas que me intrigou bastante na série foi que não importa o tempo, os diferentes cenários de épocas e recursos completamente diferentes, a humanidade dos personagens é muito explorada. Eu fiquei bem chocada com o egoísmo em todos os núcleos e também com o conceito da sobrevivência. Todo mundo faz o que é necessário para sobreviver ou, pelo menos, o que julgam absolutamente necessário para a sua individualidade. 

imagem: tumblr